Deu minha buceta pra um jumento a noite

Deu minha buceta pra um jumento a noite

7 de janeiro de 2020 0 Por zoofiliabestyalit

A anos atras quando eu era casada, meu marido e eu paramos em uma borracharia isolada na beira da estrada pra consertar o carro e nessa tempo eu ainda nao me interessava por bichinhos e la o dono da oficina deixava dormir um jumento de uns 7 anos em baixo de umas telhas, até que a dois anos atras tive que ir refazer a mesma viagem de carro e de curiosidade parei de curiosa e perguntei uma senhora que estava vendendo frutas na porta sobre o borracheiro e ela disse que ele estava doente em casa e so voltaria daqui uma semana e é claro parei pra dar uma espiada se o jumento estava no fundo e vi que não, perguntei a dona sobre ele e ela me falou que ele devia esta solto no mato com os garotos mais que a noite ele sempre dormir la pois ir pra casa dela nele era longe e ela pegava carona em uma moto. Em fim 3 dias depois resolvi fazer a viagem de volta a noite sozinha. Parei meu carro nos fundos e de dentro vi que ele estava preso, eu estava de saia e tirei a calcinha e sair pra ve se tinha alguem na oficina, assim que vi que nao havia ninguem e só os carros passando na estrada resolvi dar um alo pra o jumento pra ver como ele era, voltei pro carro e fiquei prestando atencao se havia alguem pelo local pois se tratava de um local deserto mais eu nao queria me arriscar sendo pega. Aquela situacao me deixou cheia de tesão e comecei a tocar uma siririca dentro do carro. Criei coragem e voltei a ele colocando minha buceta pra ele cheirar enquanto eu acariciava, fui até o penis dele e comecei a acariciar com forca tentando tirar o pau pra fora, assim que eu consegui eu puxei ele de lado levantei minha saia e comecei a esfregar na minha buceta, parei um pouco e resolvi colocar meu carro bem ao lado, caso de alguem aparecer eu corresse pra dentro. Voltei correndo e voltando a pegar no pau que era fino na ponta e bem comprido me curvei e de costa colada na barriga quentinha dele e com as perna bem abertas coloquei dentro de mim e nossa como doía, mais o tezao e a emoção falava mais alto. Empurrei quase a metade pra dentro de mim e me posicionei em baixo se apoiando nas patas da frente, nessa hora senti que ele deu uma animada por tentava levantar as patas e em silencio e no breu comecei a forca ele pra dentro e pra fora com a cabeca inchada nao deixando sair e cada vez socando pra dentro com forca e louca pra gritar de prazer e curiosa pra saber a hora que ele iria gozar, lembro que eu nao parava de gozar e minha pernas comecou a cansar entao sai e fui pra dentro do carro descansar um pouco e fujir dos mosquitos fiquei e admirando aquele pauzao. Minha buceta ja estava toda larga parecia que entrou um caminhao, voltei com vontade e na mesma posicao coloquei ele dentro de mim e ja despreocupada se alguem iria aparecer comecei a socar ele com muita forca dentro de mim e ate que eu nao aguentando mais seu corpo treme e ele goza dentro de mim me lambuzando toda a perna escorrendo e mesmo assim quando ele parou de ficar duro eu nao deixei sair ate que me cansei e voltei pro carro pra me limpar. Me arrumei dentro do carro mesmo com um cheiro forte da porra dele e segui viajem com a buceta latejando de dor ate em casa.